sobre os seres vivos

O mundo em nossas mãos

  A classificação dos seres vivos  parte 1
 

O homem vive classificando tudo o que vê. Classificar significa agrupar, tendo por base aspectos de semelhança entre os elementos classificados. Ao classificar moedas, por exemplo, levam-se em conta critérios de semelhança como o país de origem, o ano em que a moeda foi criada, etc..

 
 

Aristóteles

 
você ainda vai ler ou ouvir falar de muitas outras coisas estudadas por este sábio.

Aristóteles era um sábio grego que viveu no século IV a.C. Este sábio fez uma das primeiras classificações dos seres vivos. Ele separava os animais "sem sangue" dos "com sangue". As plantas eram agrupadas em 3 categorias: árvores, arbustos e ervas.

 
     
 

Por que o homem classifica os seres vivos?

A importância da classificação biológica é facilitar a compreensão da enorme variedade de seres vivos existente.

Tanto no exemplo das moedas como na classificação de Aristóteles o que há em comum?

A escolha de critérios. A idéia então, é o estabelecimento de critérios que acrescentem algo sobre o grupo classificado.

A classificação dos seres vivos, como se faz atualmente, tenta agrupá-los de acordo com o maior número possível de semelhanças.

 
  O sistema binomial de Lineu  
 

Muito tempo depois de Aristóteles, o naturalista sueco Lineu (na verdade seu nome era Karl von Linné) elaborou um detalhado sistema de classificação dos seres vivos.

O trabalho de Lineu, denominado Systema naturae (do latim Sistema natural), foi publicado pela primeira vez em 1735. Naquela época havia urgente necessidade de um sistema classificatório que pusesse ordem no grande número de seres que estavam sendo descritos pelos naturalistas, em conseqüência de viagens a terras desconhecidas.

 
  Porque o sistema criado por Lineu é chamado binomial?  
   
 

Lineu partiu do seguinte princípio:

elementos parecidos ele reunia em um grupo chamado gênero. Cães e lobos, por exemplo, são muito parecidos, assim foram reunidos no gênero denominado Canis.

quando Lineu agrupava os seres vivos em gêneros ele também já estava assumindo que estes seres tinham peculiaridades que os fazia diferentes apesar das semelhanças, assim, cães e lobos eram agrupados no mesmo gênero mas eram considerados de espécies diferentes. No exemplo do cão e do lobo: o cão doméstico foi denominado Canis familiaris e o lobo foi denominado Canis lupus.

Ao final, o nome dado por Lineu a uma espécie era composto por duas palavras, por isto chamado binomial.

O sistema binomial inventado por Lineu e empregado até hoje, tem a vantagem de mostrar, já no próprio nome do ser vivo, sua semelhança com outros que pertençam ao mesmo gênero.

 
você vai notar que Lineu escolheu o latim para escrever as palavras que denominavam as categorias do seu sistema de classificação, critério que é adotado até hoje
 
  O atual sistema de classificação biológica